8 lugares pouco explorados para apreciar a natureza no Brasil

Que o Brasil é rico em paisagens naturais, todo mundo sabe e justamente por isso sempre tem alguns lugares incríveis para serem (re)descobertos. Já listamos aqui no Somente Coisas Legais 20 lugares no Brasil para conhecer antes de morrer  a partir da seleção da CNN. Veja agora mais algumas sugestões que não estavam naquela lista.

Arraial do Cabo – RJ

Um Caribe brasileiro a poucos quilômetros do Rio de Janeiro, Arraial do Cabo oferece várias praias com água tão cristalina, que ganhou o título de Capital do Mergulho, sendo um paraíso para os aficcionados pelo esporte. Além disso, é de fácil acesso por ônibus ou carro saindo do Rio de Janeiro ou de São Paulo.

Praia com águas cristalinas em Arraial do Cabo

Foto de @viagenscine

Parnaíba – PI

Outro destino com praia, Parnaíba é uma queridinha dos piauienses, mas ainda pouco conhecida no sudeste. Um dos pontos turísticos mais conhecidos é o delta do rio que fica na fronteira dos estados do Maranhão e do Piauí, além do próprio encontro do rio com o mar, o passeio no Delta do Parnaíba conta com várias ilhas de dunas lindas. Outro ponto legal da região é a Praia da Pedra de Sal, que é uma colônia de pescadores divida em duas partes: a parte mansa e a parte brava.

Por do sol na Praia da Pedra de Sal

Praia da Pedra de Sal. Foto de @nativosdomundo

Carolina – MA

A 800km da capital São Luís, Carolina fica no sul do Maranhão e até pouco tempo era um verdadeiro desafio para chegar, mas hoje existe até vôo direto partindo de Brasília. Com mais de 80 cachoeiras encontradas, a cidade é chamada também de Paraíso das Águas. Mas não é só de águas que vive Carolina, ela faz parte do Parque Nacional da Chapada das Mesas, que é incrível para quem gosta de trekking.

Homem nadando no Poço Azul em Carolina - MA

Um dos pontos mais conhecidos de Carolina é o Poço Azul. Foto de @altiermoulin

Vão dos Buracos, Chapada Gaúcha – MG

No meio do sertão, o Vão dos Buracos pertence ao município de Chapada Gaúcha, que, apesar do nome, fica em Minas Gerais e faz parte do Parque Nacional Grande Sertão, que preserva o planalto divisor dos rios São Francisco e Tocantins. O Vão é formado por erosões que formam faixas de areias de várias cores.

As chapadas do Vão dos Buracos

A dica é tentar ver o por-do-sol lá de cima do Vão. Foto de Carolina Kina

Alter do Chão – PA

A 33km de Santarém, Alter do Chão também é conhecida por Caribe Amazônico. As praias do Amor, de Cururu e de Alter do Chão são os grandes atrativos e o mais legal é que são praias de água doce!

Pessoa vendo o por do sol na Praia de Cururu

Por do sol na Praia do Cururu. Foto de @daytrippersbr

Mini Pantanal – SP

Apesar de não ser uma formação natural, pois ela surgiu depois da criação de uma barragem, ainda é um lugar para se apreciar a natureza: abriga vários animais que vivem em ambiente pantanoso, inclusive o famoso tuiuiú, ave símbolo do Pantanal Matogrossense. Claro que em dimensão bem menor do que o bioma matogrossense, o Mini Pantanal fica no bairro de Tanquã, em Piracicaba.

Tuiuiú no Mini Pantanal de Piracicaba

Foto de Carolina Kina

Nobres – MT

Por falar em paisagem matogrossense, Nobres é um encanto intocado com piscinas naturais de água tão cristalina que parece montagem.

Piscina natural com água azul cristalina que conseguimos ver os peixes nadando

Esse é o Aquário Encantado, que parece encantado mesmo, né? Foto de @zigadazuca

Dica do Igor: Terra do Ronca – GO

É, parece que ficou faltando um lugar maravilhoso: Terra do Ronca, um dos maiores complexos espeleológicos do mundo e fica aqui no Brasil! É um complexo de cavernas “molhadas” que leva esse nome estranho por conta do barulho dos rios que atravessam essas cavernas. E como se não bastasse a incrível diversidade de esculturas da natureza que despontam das paredes das cavernas, as águas são límpidas e lindas. Obrigada, Igor, pela lembrança!

Beletrista apaixonada por viagens, culinária, fotografia e coisas marotas pra se divertir com os amigos.

Comments

comments