Sem estrelismos: drones não decepcionam como músicos de uma banda

drones1[1]

Eles não fazem milhões de exigências para o camarim e nem se atrasam na hora de entrar no palco. Mesmo aparentemente discretos, é impossível não prestar atenção nessa banda composta só por drones controlados por controle remoto. Já que eles já estavam fazendo o trabalho até dos carteiros, por que não entrar na indústria da música?

Com vocês, os Flying Robot Rockstars:

 

Redator, escreve spam, manual de instrução, propaganda, roteiro de power point e coisas menos divertidas.

Comments

comments

One comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *