Flappy Bird ganha versão analógica

flappybird1[1]

A essa altura você já deve ter ouvido falar do jogo Flappy Bird – talvez o último dos apps para smartphones a viralizar. O game segue uma estrutura extremamente simples em que é preciso guiar o pássaro pela tela sem bater nos obstáculos.

 
O sucesso foi tanto que a Internet começou a ser bombardeada por versões e mais versões do game. Em uma delas, o desafio é ajudar o Andrezinho, da banda Molejo, a não bater em vassouras espalhadas pelo caminho (“diga aonde você vai, que eu vou varrendo”).

Depois de tantas versões virtuais, Fawn Qiu, fundadora da MakeAnything (comunidade que encoraja o uso de ciência, tecnologia, engenharia e matemática na criação dos mais variados tipos de coisa), trouxe o Flappy Bird ao mundo analógico.

“Flappy Bird in a Box” – como foi batizado o projeto, é um exemplo perfeito da mentalidade do “você pode fazer qualquer coisa” (make anything). Dentro de uma caixa, como sugere o nome, o jogo é movido por motores e outros mecanismos operados por um Arduíno. O protótipo envolve também muito papelão e cartolina! Veja-o em funcionamento no vídeo abaixo:

Jornalista e cocriador do site Somente Coisas Legais.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *