Um homem derrubou a parede de sua casa. O que ele descobriu foi chocante!

Quando você for reformar sua casa, uma regra importante é saber exatamente o que você está derrubando. Um balanço descuidado da marreta pode resultar em danos sérios às tubulações, fiação, e vigas de suporte. Ou, no caso dessa casa construída em 1960 na Turquia, você pode encontrar coisas totalmente inesperadas.

Enquanto reformava sua casa em 1963, um homem da província de Nevsehir da Turquia, área conhecida como Capadócia, derrubou uma parede de sua casa em um dia normal de trabalho. O que ele não esperava, era encontrar um túnel que dava acesso a uma rede subterrânea de câmaras esculpidas na pedra e abaixo do subsolo

Caverna entrada de Derinkuyu

O que ele tinha encontrado, sem que soubesse na época, era a antiga cidade subterrânea de Derinkuyu. Derinkuyu era uma cidade inteira esculpidas nas pedras, abaixo da Cappadocia, chegando a cerca de 60 metros de profundidade. Os túneis chegam a ter 18 níveis, e incluem residências, igrejas, locais de armazenamento para alimentos, adegas, e até mesmo uma escola.

Esta complexa rede de túneis foi projetado para abrigar cerca de 20.000 pessoas e alguns animais que ajudavam nas tarefas diárias. Ela possui aberturas para a superfície e várias entradas “secretas” como o túnel encontrado atrás da parede. Estas entradas escondidas sugerem que a cidade foi construída por precaução, a fim de abrigar a população em tempos de guerra ou desastre natural.

Adega

Adega de Derinkuyu

Escola

Este grande cômodo com o teto em arco, foi usado como uma escola religiosa. Acreditasse que a cidade de Derinkuyu foi utilizada por populações cristãs do início da Idade Média até o início do século 20.

Mapda de Derinkuyu

Uma ilustração próxima do que é a cidade subterrânea de Derinkuyu.

 

O elaborada cidade subterrânea foi conectado via escadas e passagens, e até mesmo ligado a outras cidades subterrâneas através de túneis que se estendiam por quilômetros. Acredita-se ter sido inicialmente construída durante o sétimo e oitavo séculos A.C., e estava em contínuo crescimento até o meio do século 12. Com base na igreja encontrada no quinto e no último nível, acreditasse que a população era cristã, e que provavelmente usou a cidade durante a guerra. Além disso ela também teria sido usado como um refúgio contra a invasão mongol em 1300, e até mesmo no século 20 pelo povo cristão que fugia de perseguições, até ser abandonada por volta de 1923.

A maioria das entradas de Derinkuyu estão escondidos, e cada um dos cinco níveis pode ser fechado em separado com enormes portas de pedra. O espaço para Pecuária e estocagem de alimentos, bem como um eixo de 55 metros usado para guardar bens, significa que os habitantes eram capazes de ficar lá por um longo tempo. Foram encontrados até arsenais de armas e passagens para se escapar caso as coisas fugissem do controle.

Um dos imensos blocos de pedra usados como portas para bloquear as entradas da cidade.

Um dos imensos blocos de pedra usados como portas para bloquear as entradas da cidade.

Um dos locais de estocagem presentes nas cavernas de Derinkuyu

Um dos locais de estocagem presentes nas cavernas de Derinkuyu

Após a sua descoberta, a cidade foi aberta aos turistas em 1969. Hoje, cerca de metade da cidade está disponível para o público. Não há notícias sobre o que aconteceu com o seu descobridor acidental, esperamos que ele tenha uma nova casa para descobrir outros mistérios da Capadócia 😛

Um programador insistente e curioso, que vive atrás de descobrir coisas novas na internet e, principalmente, fora dela. Viajar é seu sonho e viver é o que espera quando alcançá-lo.

Comments

comments

11 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *