A beleza real confrontada com o padrão estético das bonecas

Bonecas x mulheres reais (2)

Muito já se discutiu sobre o quanto os padrões de beleza adotados por bonecas – das quais a mais famosa é a Barbie – estão equivocados. Elas assumem proporções que desafiam a anatomia humana, mas que mesmo assim acabam moldando o conceito de beleza na cabeça das pessoas.

O trabalho da fotógrafa Sheila Pree Bright (Atlanta, EUA), apenas escancara o abismo que há entre realidade e a ideia construída do que é “perfeição”.

Na série Plastic Bodies, Sheila utiliza artifícios da manipulação de imagem para confrontar fotos de bonecas com fotos de mulheres reais.

Mais do que nunca, as mulheres estão aumentando os seios com silicone, fazendo os cabelos crescerem com fios artificiais, cobrindo unhas naturais com unhas falsas, ou até mudando a cor natural dos olhos com lentes de contato.

Nas capas de revistas, artistas gráficos manipulam as fotos em softwares, conferindo cintura fina e pele clara impecável à imagem. Como resultado, o corpo feminino torna-se uma réplica de uma boneca, e a essência da beleza natural na cultura popular americana é substituída pela fantasia. – analisa a artista

Veja algumas das peças da fotógrafa Sheila Pree Bright que frequentemente são expostas em museus de diversas partes do mundo.

Bonecas x mulheres reais (1)

Bonecas x mulheres reais (3)

Bonecas x mulheres reais (4)

Bonecas x mulheres reais (5)

Bonecas x mulheres reais (6)

Bonecas x mulheres reais (7)

Bonecas x mulheres reais (8)

Jornalista e cocriador do site Somente Coisas Legais.

Comments

comments

7 comments

  • E assim, na infância — com as bonecas — começa-se a concretização na cabeça das futuras mulheres os padrões "ideais" de beleza, fazendo com que cresçamos almejando tal beleza vista nas bonecas, querendo ter os cabelos lisos, o nariz "fino", os olhos claros e grandes, a cintura fina, etc. ; deteriorando a real beleza humana. Acredito que toda essa beleza equivocada presente nas bonecas, não passam de uma parte de um jogo de marketing; em que: "Guia-se essas bonecas para o público feminino infantil, deixa-se que se concretize na cabeça delas um padrão inalcançável de beleza, na fase da adolescência e adulta ficam comprando cosméticos e fazendo cirurgias plásticas, criando-se um ciclo vicioso em busca da perfeição (que não se quebra tão facilmente)." ou seja, jogos do capitalismo.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *