Em Nova York, há um caçador de tesouros urbanos

Eliel Santos - Caçador de tesouros 2

Munido de fio dental, binóculos e cola de pegar rato, o porto-riquenho Eliel Santos sai todos dias de sua casa no distrito do Bronx, cidade de Nova York, rumo ao de Manhattan atrás de tesouros urbanos.

Aos 38 anos, Eliel está há 8 “pescando” joias, eletrônicos, dinheiro e outros objetos que pedestres deixam cair nas grades das calçadas. “Se você deixar cair, eu vou buscar – por isso tenha cuidado”, aconselha.

Ele anda rapidamente de um lado para o outro da rua. Mantem a cabeça abaixada e foco em suas possíveis “presas”. Quando algo o atrai, ele solta a cola presa ao fio dental e, com precisão, traz a recompensa à superfície.

Além de Manhattan, Eliel Santos também sai em busca de tesouros no Brooklyn e no Queens. Sua memória preserva várias das caçadas que realizou. Como quando ajudou um sujeito a recuperar sua aliança de casamento de dentro de uma grade na Times Square.

Após todos esses anos, Eliel aprendeu alguns macetes. Sabe, por exemplo, que vale mais a pena prestar atenção em áreas em que turistas trocam dinheiro com vendedores ambulantes. Com esse olhar clínico ele já encontrou objetos muito valiosos. O recorde foi uma pulseira de ouro 18 quilates que conseguiu penhorar por US$ 1.800.

Certa vez, ele ficou sabendo de uma mulher que perdeu um anel de US$ 20 mil na região do Madison Square Garden, famoso ginásio da cidade. Infelizmente Eliel ainda não conseguiu encontrar a joia.

Como surge um caçador de tesouros urbanos

Tudo começou por acaso quando Eliel encontrou um homem que tinha deixado suas chaves cair por uma grade e resolveu ajudá-lo. Saiu para comprar cola de pegar rato – pois imaginou que seria bem mais eficiente que um chiclete -, que prendeu a uma pedra amarrada por uma linha. O sujeito das chaves achou aquilo incrível e agradeceu Eliel com 50 dólares.

Aquilo pareceu uma ótima maneira de se conseguir dinheiro, e tem sido desde então. Nasceu assim o caçador de tesouros urbanos que em dias bons chega a faturar US$150 – dias excepcionais rendem até US$ 1.000. Com a sorte ao lado, ele já conseguiu encontrar tesouros como 270 dólares em dinheiro, a pulseira de diamantes e ouro branco 18k de US$ 1.800, três iPhones, um iPod Nano, entre outros.

[Fotos de Angel Chevrestt | via New York Post]

Eliel Santos - Caçador de tesouros 3 Eliel Santos - Caçador de tesouros 4 Eliel Santos - Caçador de tesouros 5 Eliel Santos - Caçador de tesouros 6 Eliel Santos - Caçador de tesouros 7 Eliel Santos - Caçador de tesouros 8 Eliel Santos - Caçador de tesouros 9 Eliel Santos - Caçador de tesouros 10 Eliel Santos - Caçador de tesouros 11 Eliel Santos - Caçador de tesouros 12 Eliel Santos - Caçador de tesouros 13 Eliel Santos - Caçador de tesouros 14 Eliel Santos - Caçador de tesouros

Jornalista e cocriador do site Somente Coisas Legais.

Comments

comments

14 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *