Floresta flutuante nasce em navio abandonado

Floresta-flutuante-em-navio-abandonado-(3)
-Peter Brock

A baía de Homebush, localizada na região de Sydney, Austrália, serviu como uma espécie de cemitério para navios fora de operação. Barcos como um SS Ayrfield, de 1.140 toneladas construído em 1911, fizeram sua última navegação para lá onde foram desmontados. Vários de seus componentes ainda puderam ser reaproveitados, no entanto, as carcaças permaneceram no local por anos.

A ação do tempo e da natureza fizeram com que verdadeiras florestas crescessem dentro desses navios abandonados que flutuam na baía. Depois de operar na Segunda Guerra, o SS Ayrfield ganhou esse final poético – uma espécie de redenção.

Outro navio utilizado na mesma guerra, o SS Mortlake Bank, construído entre 1924 e 1934, teve o mesmo destino (veja na segunda imagem de satélite do Google Maps na galeria de fotos abaixo). Fotógrafos preferem clicar o SS Ayrfield pois o acesso a ele é mais fácil.

Floresta-flutuante-em-navio-abandonado-(4)
-Peter Brock

Floresta-flutuante-em-navio-abandonado-(1)
-Bruce Hood

Floresta-flutuante-em-navio-abandonado-(2)
-Bruce Hood

Floresta-flutuante-em-navio-abandonado-(5)
-Frankiest

Floresta-flutuante-em-navio-abandonado-(6)
-Oat Vaiyaboon

Floresta-flutuante-em-navio-abandonado-(7)
-CB 357

Floresta-flutuante-em-navio-abandonado-(8)
-zinzane.com.au

Floresta-flutuante-em-navio-abandonado-(9)
-Nathan Everett

Floresta-flutuante-em-navio-abandonado-(10)
-chin8y

Floresta-flutuante-em-navio-abandonado-(11)
-Google Maps

Floresta-flutuante-em-navio-abandonado-(12)
-Google Maps

Floresta-flutuante-em-navio-abandonado-(13)
-Brent Pearson

Floresta-flutuante-em-navio-abandonado-(14)
-gordon mc donald

Jornalista e cocriador do site Somente Coisas Legais.

Comments

comments

6 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *